Busca:

Etiqueta Arquivos: bovespa comportamento

Diferença entre Mercado Primário e Mercado Secundário


O Mercado Primário compreende o lançamento de novas ações no mercado; é uma forma de captação de recursos para a empresa. Uma vez ocorrendo esse lançamento inicial ao mercado, as ações passam a ser negociadas no Mercado Secundário, onde ocorre a troca de propriedade de título.

bov2

Ou seja, no Mercado Primário, quem vende as ações é a companhia, usando os recursos para se financiar. No Mercado Secundário, o vendedor é você (investidor) que se desfaz das ações para reaver o seu dinheiro. Por isso, os negócios que você realiza em Bolsa de Valores correspondem ao Mercado Secundário.

Instituições

CVM – (Comissão de Valores Mobiliários) ; Órgão responsável pela regulamentação e fiscalização do mercado de ações.

Mais

Riscos X CBLC


A CBLC (Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia ) é a clearing house que realiza atividades relacionadas à compensação, liquidação, custódia e controle de risco para o mercado financeiro.

bov5

Companhia com objeto social de prestar serviços de compensação e liquidação física e financeira de operações realizadas nos mercados a vista e a prazo da Bovespa – Bolsa de Valores de São Paulo, e de outros mercados, bem como a operacionalização dos sistemas de custódia de títulos e valores mobiliários em geral.

Mais

O que é uma ação


As ações são títulos de renda variável que representam a menor parcela do capital social de uma empresa. Emitidas por Sociedades Anônimas, são títulos negociáveis em mercados organizados. As ações dividem-se em:

bov7

a) Ações "Ex" (vazias) – são ações cujo direito já foi exercido pelo titular

b) Ações Escriturais – Dispensam a emissão de títulos de propriedade. Circulam e são transferidas mediante extratos dos Bancos Depositários;

c) Ações Ordinárias – Têm direito a voto.

d) Ações Preferenciais – Têm preferência na distribuição de resultados.

Mais

Fontes de financiamento das empresas – Por que uma empresa abre o capital


A abertura de capital não se restringe apenas às grandes companhias. O ingresso de empresas de menor porte no mercado não só é possível, como desejável.

bov8

As exigências legais e as demandas do mercado para com uma companhia aberta não implicam perda da necessária confidencialidade empresarial. Mesmo a obrigatória divulgação imediata de fatos relevantes pode ser temporária e excepcionalmente adiada por decisão do presidente da CVM, tendo em vista a proteção dos interesses da companhia e de seus acionistas.

Mais

Pregão viva-voz e o Pregão Eletrônico


O pregão viva voz é a forma tradicional de negociação, onde os operadores de pregão recebem as ordens das mesas de operação das corretoras e as ofertam em uma sala de negociações dentro da Bolsa de Valores, denominada pregão. Fechado o negócio, é preenchida uma boleta informando as especificações deste negócio. Apenas as ações com maior liquidez são negociadas no pregão viva voz.

bolsa_de_comercio-300x208

O pregão eletrônico é o sistema onde as ordens são colocadas eletronicamente pelos operadores de mesa nas corretoras através de terminais conectados com a bolsa, ou ainda pelo sistema HomeBroker das corretoras, que canalizam as ordens provenientes da Internet. Todas estas ordens são encaminhadas a um servidor central que se encarrega de fechar os negócios e informá-los às corretoras. Todas as ações são negociadas através do pregão eletrônico.

Mais

O que são as mídias móveis


Uma das ferramentas mais utilizadas são as Médias Móveis, em que se utilizam médias dos preços dos últimos tantos períodos, para filtrar um pouco eventuais variações excessivas de um período para outro e visualizar mais claramente a possível tendência do mercado.

Esse método tem muitas variações na maneira de calcular a média e na sua plotagem nos gráficos e funciona bem quando realmente existe uma tendência pronunciada no mercado, pois quando o mercado está andando de lado, as médias tendem a dar muitos sinais falsos.

Mais

Analisando a mecânica do mercado das Bolsas de Valores


Partindo da teoria estabelecida por Charles H. Dow (o Dow do Dow Jones), no final do século 19, hoje é universalmente aceito que os mercados têm normalmente quatro fases distintas:

Bolsa-Madrid-Madrilgo-Burtsa-2008012419430709hg2

A acumulação, quando existe um equilíbrio entre demanda e oferta, um movimento lateral dos preços; a alta, quando a maioria do mercado passa a demandar o ativo; a distribuição, que é o final da alta e o início da baixa, quando de novo existe um equilíbrio e finalmente a baixa, onde evidentemente a maioria do mercado está vendendo o ativo.

Justamente o objetivo da análise técnica é localizar essas fases e até antecipar a sua eventual ocorrência, através dos padrões gráficos que cada uma dessas fases mostrou, ao longo dos tempos, como impressões digitais de sua presença.

Mais

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil