Busca:

Etiqueta Arquivos: bolsa valores

Dólar ganha 0,25% e Bovespa avança 2%


Os quatro dias consecutivos de valorização completados ontem não evitaram que a Bolsa de Valores brasileira amargasse seu quinto mês seguido de fortes perdas. Dessa forma, com o tombo registrado em agosto (3,96%), a Bolsa já acumula perdas de 18,5% neste ano. Trata-se de um desempenho muito pior do que o visto nas praças americanas, onde a Bolsa de Nova York já voltou a acumular ganho, ainda que modesto, no período anual.

bov2

Após semanas de turbulência neste mês, analistas ressaltaram a expectativa dos agentes financeiros de que o banco central americano volte a tomar medidas para estimular a economia local a partir de setembro, provavelmente.

Ainda no front externo, os sinais de que as principais economias europeias começam a chegar a um consenso em torno de medidas urgentes para conter a crise das dívidas soberanas também foram bem vistos pelos mercados.

Mais

Terça-feira com alta de 0,96% na Bovespa, EUA estável


O Ibovespa, índice de avaliação da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou esta terça-feira em alta de 0,96%, marcando 55.385 pontos. Os negócios iniciaram o dia em baixa, mas na metade do pregão seguiram uma volatilidade estimulada pelos Estados Unidos, fechando no azul. É a terceira alta seguida da Bovespa, marcando uma variação acumulada de 4,59%.

bov6

Os principais índices do mercado de ações dos Estados Unidos tiveram alta após a divulgação da ata de reunião do Federal Reserve (Fed), Banco Central dos Estados Unidos, no início de agosto. A medida mais alarmante para a empolgação dos investidores foi a de que o banco central vai manter as taxas de juro próximas a zero pelo menos até meados de 2013.

Mais

Inicio de semana bom, Bovespa recupera 2,83%


A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) começou bem a semana, fechando a segunda-feira com alta de 2,83%, com 54.860 pontos. Após um intenso período de volatilidade nas semanas passadas, o Ibovespa passou toda a segunda-feira em alta. A economia dos Estados Unidos impulsionaram a bolsa brasileira.

bov1

Em Nova York, os principais índices acionários tiveram alta. Dow Jones teve elevação de 2,26%, Nasdaq subiu 3,32% enquanto o S&P 500 fechou o dia com mais 2,83%. O dólar terminou a segunda-feira com baixa de 0,84%, a R$ 1,5911 para venda. A queda reflete apostas em ações de risco após passagem do Furacão Irene.

Mais

Operando em baixa, a Bovespa segue a linha do comportamento internacional


Alinhada aos pares externos, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) começa a sexta-feira em baixa. Por volta das 10h20, o Ibovespa tinha queda de 0,22%, a 52.837 pontos. A possibilidade de baixa já era acenada pelo índice futuro, que mimetiza o comportamento dos contratos futuros americanos, em baixa após a divulgação da revisão do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos no segundo trimestre.

Bolsa-de-Nueva-York

A economia americana cresceu 1%, contra previsão de avanço de 1,1% e estimativa preliminar de 1,3%. Esse dado será revisado mais uma vez. Mas o evento mais importante do dia ainda está por vir: o esperado discurso do presidente do Federal Reserve (Fed), banco central americano, Ben Bernanke, sobre a economia americana.

Mais

Bovespa cai só 1,57% enquanto as perdas internacionais são maiores


A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a quinta-feira com recuo. O índice da bolsa teve queda de 1,57%, aos 52.953 pontos. Seu balanço continua segundo o ritmo internacional, que espera com afinco o discurso do presidente do Banco Central norte-americano, Ben Bernanke, na próxima sexta-feira.

bov3

Durante o mês de agosto a desvalorização chegou a 9,98% e a 23,59% no ano, até esta quinta-feira.

Nos Estados Unidos, o anúncio de renuncia do cargo de executivo-chefe da Apple, feito nesta quarta-feira por Steve Jobs, fez despencar o pré-mercado dos papeis da empresa, que puxaram para baixo as bolsas norte-americanas.

Mais

Bovespa estável descola do comportamento exterior


Em mais um dia de muita volatilidade nos mercados, a Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) terminou a quarta-feira perto da estabilidade, na contramão das Bolsas nos Estados Unidos. O Ibovespa, o termômetro dos negócios da Bolsa paulista, subiu 0,02%, atingindo os 53.795 pontos.

bov6

O giro financeiro foi de R$ 5,58 bilhões. O dólar comercial foi negociado por R$ 1,611, na venda, em alta de 0,68%. Já o dólar turismo foi vendido por R$ 1,710 e comprado por R$ 1,540 nas casas de câmbio paulistas.

Nos EUA

Nos Estados Unidos, o Dow Jones teve alta de 1,29%. O Nasdaq, dominado pelo setor tecnológico, subiu 0,88%, enquanto o índice ampliado Standard & Poor´s 500 registrou valorização de 1,31%.

Mais

No fim do dia, Bovespa fecha com alta de 2,57%


A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) acelerou os ganhos nos minutos finais do pregão acompanhando a forte alta dos mercados em Nova York, a qual já era observada desde o início da tarde. O Ibovespa fechou com valorização de 2,57%, aos 53.786 pontos, na máxima do dia. Na mínima, o índice chegou a cair 1,12%. No mercado de câmbio, o dólar teve queda de 0,19%, cotado a R$ 1,60.

bovespa

‘A Bovespa aguardou para ver a firmeza da alta em Nova York, mas acabou respondendo ao inusitado otimismo que tomou conta das bolsas americanas. A alta das ações da Vale e da Petrobrás e a recuperação dos papéis dos bancos, que estavam bem pressionados de manhã, ajudaram a colocar o Ibovespa para cima’, explica Romeu Vidali, gerente de renda variável da corretora Concórdia.

Mais

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil