Busca:

Etiqueta Arquivos: análise técnica do mercado

Bovespa encerra com ganho de 1,52%


A Bovespa pegou carona no bom humor externo e retornou do feriado de Finados em alta e de volta aos 58 mil pontos. A possibilidade de a Grécia abandonar a consulta popular para decidir se aceita ou não os termos do acordo de ajuda da União Europeia deu o tom do otimismo, embora, oficialmente, nada ainda esteja certo.Bolsa-de-Nueva-York

O Ibovespa terminou o pregão em alta de 1,52%, aos 58.196,30 pontos. Na mínima, registrou 57.327 pontos (+0,01%) e, na máxima, 58.481 pontos (+2,02%). No mês, acumula perda de 0,24% e, no ano, de 16,03%.

O governo grego convocou, na segunda-feira, o referendo, mas, hoje, sinalizou que ele deixaria de existir se houvesse um acordo com a oposição para aprovar o plano de socorro. No Congresso, entretanto, a situação de Papandreou não é boa: a oposição abandonou a Casa hoje, durante um debate, e avisou que vai rechaçar o voto de confiança ao governo do primeiro-ministro, que deve ir à apreciação amanhã.

Mais

Bovespa fecha em queda de 1,74% de olho no exterior


A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) iniciou o mês de novembro no terreno negativo, voltando ao patamar dos 57 mil pontos. A bolsa paulista seguiu o pessimismo e a aversão ao risco observados nos mercados internacionais após o anúncio de um possível referendo na Grécia sobre o plano de ajuda.

bov7

Após encerrar outubro com ganho de 11,50%, o Ibovespa chegou a ceder quase 4% em poucos minutos de pregão nesta terça-feira. No fechamento, o índice reduziu as perdas para 1,74%, aos 57.322 pontos.

O balde de água fria nos mercados foi resultado da declaração do primeiro-ministro da Grécia, George Papandreou, que defendeu ontem a realização de um referendo sobre a nova ajuda financeira ao país. “Se o povo grego não quiser, ela simplesmente não será implementada”, assegurou o chefe de governo, surpreendendo até mesmo os deputados a quem falava.

Mais

Bovespa encerra a semana com alta de 0,21%


A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) conseguiu encerrar o dia esta quinta-feira (29) com leve alta. Durante o dia, a Bolsa oscilou bastante entre os níveis negativos e positivos em um dia marcado pela volatilidade do mercado acionário.

bov5

O Ibovespa (principal índice da Bolsa de paulista) encerrou com a valorização de 0,21% aos 53.384,67 pontos. Nesta semana, a Bovespa conseguiu avançar 0,29%, mas no acumulado do mês, a queda fica em 5,51% e no ano chega aos desastrosos 22,27%.

O giro financeiro do pregão foi de R$ 5,3 bilhões. No mesmo dia, o dólar comercial continuou a crescer e voltou a fechar o segundo dia seguido com a alta. A moeda norte-americana cresceu 0,35% e ficou cotada a R% 1,843 na venda.

Mais

Bovespa se descola de NY e sobe apenas 0,21%


A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) voltou a se descolar das praças financeiras de Nova York, que fecharam a quinta-feira com ganhos mais expressivos do que o mercado doméstico. O Ibovespa encerrou em alta de 0,21%, aos 53.384 pontos, após subir 1,76% na máxima do dia, em mais um pregão volátil. No mercado de câmbio, o dólar ganhou 1,20%, cotado a R$ 1,8520, e já acumula valorização de 16,19% em setembro.

Dinero-mercado

Em Nova York, Dow Jones subiu 1,30% e S&P 500 ganhou 0,81%. Já Nasdaq, termômetro de tecnologia, fechou no terreno negativo, em queda de 0,43%.

‘A instabilidade econômica na Europa traz alguns ventos receosos e já há dúvidas se o Brasil pode vir a importar uma pequena recessão’, explica Raffi Dokuzian, superintendente da Banif Corretora.

O Banco Central (BC) previu hoje menor crescimento da economia brasileira e inflação mais alta em 2011. No Relatório de Inflação do terceiro trimestre, o BC reduziu de 4% para 3,5% a projeção de expansão do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano. Já a estimativa de inflação medida pelo IPCA (índice oficial do governo) em 2011 aumentou de 5,8% para 6,4%.

Mais

Bovespa opera em baixa e dólar sobe


A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) operava em baixa nesta quarta-feira (28). Por volta das 14h40, o Ibovespa (principal índice da Bolsa paulista) caía 0,48%, aos 53.660,68 pontos. Em Wall Street, o índice Dow Jones caía 0,44%.

2dk8TYL

A cotação do dólar comercial seguia em alta de 1,22% na venda, a R$ 1,827. O euro tinha valorização de 1,28%, a R$ 2,485.

Bolsas internacionais

As principais bolsas europeias encerraram a quarta-feira em queda, com investidores em busca de lucros rápidos após as fortes altas de ontem, quando as bolsas da região apresentaram ganhos em torno de 5%.

Mais

A análise do topo triplo e duplo – Análise Técnica de Ações


A análise do topo triplo envolve todas as questões vistas no ombro-cabeça-ombro por dele se tratar uma variação. A formação do topo triplo ocorre com muito pouca frequência e a principal diferença com relação ao O-C-O é que todos os seus topos (fundos) se situam aproximadamente no mesmo nível.

bov7

Assim o volume deve ser sucessivamente menor em cada topo (fundo) e grande no “breakout”. Este breakout será dado por um preço de fechamento abaixo do nível das duas correções técnicas. Nas correções técnicas o volume deve ser baixo.

Assim como no O-C-O, um “pullback” pode ser esperado, dependendo a sua intensidade do volume verificado no “breakout”.

Exemplo – Topo duplo

image

O topo (fundo) duplo é, juntamente com o O-C-O, uma das mais freqüentes formações de reversão bem como uma das mais fáceis de serem identificadas e analisadas.

Assim, em uma tendência de alta o mercado atinge um novo máximo (1) acompanhado de alto volume e corrige tecnicamente até ao ponto (2) o que normalmente ocorre acompanhado de baixo volume. Mais

Formação de reversão de tendência – Ombro-Cabeça-Ombro – Parte 2


LEIA A PARTE I

Com efeito, a análise do volume é de fundamental importância para uma perfeita interpretação do O-C-O e portanto seria conveniente resumir o seu comportamento nas diferentes fases desta formação:

bov7

I – No ombro esquerdo o volume deve ser crescente na alta e decrescente na correção

técnica.

II – Na cabeça o volume deve ser crescente na alta atingindo porém níveis iguais ou inferiores ao de ombro esquerdo demonstrando que a tendência altista tende a perder momento.

III – No ombro direito a alta vem necessariamente acompanhada de baixo volume dando evidentes sinais de enfraquecimento da tendência.

Mais

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil