Busca:

Primeiro pregão com alta na semana. Chegou a +1,59%


A taxa de inflação de abril pelo IPCA e os dados do nível de emprego nos Estados Unidos agradaram e os investidores aproveitaram para comprar as pechinchas que surgiram com o tombo da Bolsa de valores de São Paulo desde o começo deste mês. Esse movimento, no entanto, não ocorreu nas blue chips, que recuaram, enquanto as ações de bancos e de siderúrgicas fecharam no azul.

bov2

Na primeira alta do mês – e da semana -, o índice Bovespa subiu 1,59%, aos 64.417,34 pontos. Na mínima do pregão, registrou 63.422 pontos (+0,02%) e, na máxima, os 64.704 pontos (+2,05%). Na primeira semana do mês, o Ibovespa acumulou perda de 2,59%; no ano, o Ibovespa registra queda de 7,05%. O giro financeiro totalizou R$ 6,487 bilhões. Os dados são preliminares.

Pela manhã, o IBGE anunciou que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 0,77% em abril, abaixo da taxa de março (0,79%) e também da mediana das previsões dos economistas (0,85%). Essa desaceleração do índice oficial de inflação animou os agentes, que começaram a enxergar algum efeito da alta dos juros e das medidas macroprudenciais para conter a pressão inflacionária.

A segunda boa notícia veio dos EUA, onde o nível de emprego (payroll) contrariou as expectativas negativas sugestionadas pelos dados da ADP e de pedidos de auxílio-desemprego, conhecidos ao longo da semana, e superou as previsões de criação de vagas. O relatório de abril exibiu a contratação líquida de 244 mil pessoas, ante a previsão de 185 mil novas vagas.

O índice Dow Jones da Bolsa de Nova York terminou o pregão de hoje em alta de 0,43%, aos 12.638,74 pontos, o S&P-500 avançou 0,38%, aos 1.340,20 pontos, e o Nasdaq ganhou 0,46%, aos 2.827,56 pontos. Na semana e no mês, os índices norte-americanos acumularam, respectivamente, perdas de 1,34%, 1,72% e 1,60%.

Hoje, o contrato do petróleo para junho negociado na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex) recuou mais 2,62%, a US$ 97,18 o barril, totalizando uma perda de 14,70% na semana – ou US$ 16,75 mais barato. Petrobrás, que ontem sentiu o baque do tombo de 8,64% do petróleo naquela sessão, hoje teve recuo mais contido, de 1,16% na ação ON e de 1,06% na ação PN. Na semana, as ações da estatal de petróleo acumulam, respectivamente, perdas de 5,78% e 5,43%.

As ações da mineradora Vale abriram o dia em alta e passaram boa parte da sessão neste terreno, reagindo ao balanço divulgado ontem. Mas os papéis perderam força à tarde e viraram para baixo. Vale ON acabou fechando perto da estabilidade, com alta de 0,02%, enquanto a PNA recuou 0,27%. A mineradora teve lucro recorde em dólares, no padrão contábil norte-americano (US GAAP), mas os analistas consideraram que o resultado operacional poderia ter sido melhor. As vendas abaixo do esperado no trimestre e uma preocupação com custos foram destacados pelos analistas. A Vale teve lucro líquido recorde de US$ 6,826 bilhões no primeiro trimestre deste ano, com alta de 325,6% na comparação com o mesmo período de 2010.

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil