Busca:

Parceria e acordo para negociações em alta freqüência


Hoje se divulgou a criação de um novo data center da FlexTrade, que será instalado na BM&F Bovespa. De acordo com o informado a parceria foi feia com a FlexTrade Systems, empresa global de sistemas de negociação algorítmica (as chamadas operações em "alta frequência"). A nova medida vai permitir que os mercados administrados pela bolsa brasileira passem a oferecer acesso ao sistema de gerenciamento de ordens FlexTrader.

Segundo comunicado oficial, a plataforma fornece mecanismos próprios de análise em tempo real e de pós-negociação, assim como mecanismos de agendamento de negociação de carteiras com otimização de custos e riscos. Além disso, vai permitir aos operadores roteamento de ordens "com alto desempenho e baixa latência para negociação de contratos futuros e ações listadas na bolsa".

Enquanto isso, novos temores com Europa pressionam aos investidores do Ibovespa e Portugal centra as atenções já que o país estaria sendo pressionado a aceitar um plano de ajuda financeira. "O foco está na questão europeia, diante da realização de leilões de títulos soberanos de Portugal, Espanha e Itália", explicou Silvio Campos Neto, economista do Banco Schahin. As atenções estão centradas em Portugal, em função dos rumores de que o país estaria sendo pressionado a aceitar o resgate financeiro. Outro analista achou que o tom pessimista a ausência de indicadores econômicos importantes e "ressurgimento da preocupação com a inflação na China e a possibilidade de aperto monetário no país asiático", (Hugo Hissanaga, analista da M2 Investimentos)

"O pregão está um pouco apático e teve baixo volume na abertura. Com a cautela externa não há muito impulso para a bolsa [brasileira]", avalia Campos Neto.

Post Relacionados

4 Comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil