Busca:

O Novo Mercado da Bovespa


O que é o Novo Mercado da Bovespa? E um segmento de listagem à negociação de ações instituída pela Bovespa em junho de 2001. Permite a negociação de ações emitidas por empresas que, voluntariamente, se comprometerem com a adoção de novas práticas de Governança Corporativa, que vem sendo exigido pela legislação societária brasileira em vigor.

A inovação foi oportuna por exigir das empresas participantes do mercado uma mudança cultural quanto à divulgação de informações mais amplas e objetivas. Este fator mostra um maior interesse de investidores nacionais e internacionais, resultando na valorização e maior liquidez das ações.

A rentabilidade, associada ao aumento de volume negociado, é conseqüência dessa nova política adotada pelas empresas dispostas a seguirem a Cartilha da CVM. A transparência e qualidade das informações prestadas pelas empresas que negociam suas ações na Bolsa de Valores, associado a um alto grau de segurança aos direitos dos acionistas, inclusive minoritários, denota um mercado financeiro atrativo aos investimentos.

O fato novo é as empresas estarem progressivamente buscando na abertura de capital uma saída para a sua capitalização e o seu crescimento. A crescente confiança dos investidores e a conseqüente diminuição da importância do especulador são reflexos de uma visão de mais longo prazo, da qualidade real da empresa, da sua gestão, do seu nível de “disclosure”, do tratamento dispensado ao acionista minoritário, e isto irá refletir no valor das ações.

A adoção de medidas traduzidas pelo Novo Mercado de Capitais e pela governança corporativa possibilita cada vez mais que empresas abram o seu capital e a consigam resultados bastante satisfatórios no atual estágio do desenvolvimento econômico brasileiro. Um dos principais

obstáculos ao crescimento da economia brasileira – a falta de recursos para financiar o crescimento das empresas – finalmente começou a ser removido.

Que vantagens conseguem obter uma sociedade anônima ao ter suas ações negociadas no Novo Mercado?

A captação de recursos no mercado financeiro a um custo mais baixo que o crédito bancário, já utilizado até então como única forma de expansão das empresas, parece ser a maior vantagem das sociedades anônimas participantes do Novo Mercado.

Pela ótica das empresas, aquelas que se enquadrarem às regras do Novo Mercado deverão obter do mercado uma melhor precificação de suas ações, conseguindo, com isso, menores custos de captação. Este pressuposto se baseia em diversos estudos e avaliações empíricas que demonstram que os investidores estão dispostos a pagar mais pelas ações das empresas que adotam melhores práticas de governança corporativa e apresentam maior grau de transparência.

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil