Busca:

O arremate da Usina Hidrelétrica de Teles Pires


O Consórcio Teles Pires Energia Eficiente, integrado por Neoenergia (50,1%), Furnas (24,5%), Eletrosul (24,5%) e Odebrecht (0,9%) arrematou a Usina Hidrelétrica de Teles Pires e as respectivas instalações de transmissão, com um lance de R$ 58,36 MW/hora, o que representou deságio de 33% sobre o preço teto de 87MW/hora.

A Usina será construída no rio de mesmo nome, entre os municípios de Paranaíba (MT) e Jacareacanga (PA). O consórcio participou somente desse lance no segundo Leilão A-5 de 2010, realizado hoje pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

No que se refere ao sistema de conexão para integração ao Sistema Interligado Nacional – SIN, a usina deverá ser conectada à futura subestação Coletora Norte, que será construída no estado do Mato Grosso, por meio de uma linha de transmissão, de 500 kV. A Coletora Norte será uma subestação convencional, concebida para conexão das usinas hidrelétricas de Teles Pires, São Manoel e Foz do Apiacás.

Para o presidente da Neoenergia, Marcelo Correa, esta é mais uma importante conquista para o Grupo, que se soma à participação adquirida este ano na UHE Belo Monte e aos primeiros projetos em energia eólica. “É uma demonstração de que temos capacidade de investimento para crescer na geração, contribuindo para o desenvolvimento do País”, afirmou.

O ano de 2010 também foi vitorioso para Furnas, que encerra esse período com mais uma conquista importante. “Depois de arrematar uma subestação e duas linhas de transmissão há uma semana, a hidrelétrica de Teles Pires se integra ao nosso portfólio para aumentar a oferta de energia e reforçar a confiabilidade do sistema.

“Com exceção de Jirau, a participação da Eletrosul (24,5%) em Teles Pires representa mais que a soma de todas as outras usinas em construção atualmente”, comemora o presidente da Eletrosul, Eurides Mescolotto, lembrando que a empresa retomou a área de geração há pouco mais de seis anos com a aprovação do novo modelo do setor elétrico.

Furnas (15%) e Neoenergia (51%), juntamente com a Cemig (34%), já são parceiras no Consórcio UHE Baguari, Sociedade de Propósito Específico constituída para a construção da Usina Hidrelétrica UHE Baguari, licitada em 2005 e localizada no Rio Doce, em Minas Gerais.

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil