Busca:

Medo de estagnação provoca forte queda da bolsa brasileira


O medo de uma estagnação do crescimento mundial e de um agravamento da crise na Europa provocava a forte queda da bovespa pelo segundo dia seguido nesta quarta-feira.

bovespa

Às 12h14, o Ibovespa despencava 2,41 por cento, a 55.929 pontos. O giro do pregão era de 3,2 bilhões de reais.Na terça-feira, o índice tinha caído 2,09 por cento.

"Está batendo o pânico mesmo. Está todo mundo com medo de que aconteça igual em 2008, com a mesma velocidade (de queda)", disse Rafael Espinoso, estrategista de renda variável da CM Capital Markets.

Os principais índices das bolsas norte-americanas caíam, com a oitava baixa consecutiva do índice Standard & Poor’s 500. Na Europa, o índice Ftseurofirst 300 de ações desabava 1,96 por cento.

O atual nível, perto de 55.400 pontos, é o próximo suporte técnico do Ibovespa, segundo Espinoso, após o índice perder o piso de 58 mil pontos nos últimos dias.

"O mercado está perdendo pontos importantes. Todo mundo está saindo do risco", afirmou o estrategista.

Os investidores mostravam preocupação com a possibilidade de uma estagnação do crescimento global. Nesta quarta-feira, dados do setor de serviços revelaram uma desaceleração da atividade na Europa e na Ásia.

A ação preferencial da Vale despencava 2,8 por cento, a 43,53 reais, e o papel equivalente de Petrobras desabava 2,05 por cento, a 22,50 reais. Itaú Unibanco recuava menos após ter perdido mais de 5 por cento na véspera, mas ainda operava em território negativo, com baixa de 0,8 por cento, a 29,34 reais.

Gol perdia 5,5 por cento, a 11,15 reais. O papel, que afundou quase 23 por cento em três dias após a companhia revisar estimativas para o ano, teve preço-alvo revisado para baixo pelo Goldman Sachs.

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil