Busca:

Linhas de tendências na Análise Técnica de Ações – Parte 2


LEIA A PARTE I

Outro problema que se apresenta é se determinar quando uma linha foi quebrada, já que ocorrem vezes em que os preços chegam a negociar abaixo (acima) dela sem, no entanto descaracterizá-la. Usa-se normalmente o critério de preço de fechamento para isto, ou seja, no caso em que o preço de fechamento quebre a linha esta é abandonada (revertendo de suporte para resistência ou vice-versa) e passa-se a tentar uma nova linha.

INF11

O critério que deve ser utilizado para a determinação da importância de uma linha de tendência passa então pela real determinação de uma tendência, e, pela existência de reais topos e fundos.

O problema da precocidade quando se traça uma linha é uma limitação que deve ser considerada, em balanço com seu reverso, de que quanto mais cedo se determine a linha, maior proveito se pode tirar dela.

O critério da importância da linha passa também por outros fatores:

I – quanto mais tempo uma linha se mantiver, maior a sua força.

II – quanto mais vezes ela tiver sido confirmada, maior também a sua força. Uma linha de tendência que tiver sido confirmada quatro vezes tem uma força maior do que uma que passa por somente dois pontos.

Outro fator que deve ser considerado é que certas tendências começam com pouca inclinação e depois passam a ter um grau de progressão maior. Neste caso não faz sentido seguir com uma linha pouco inclinada muito afastada do nível atual de negociações.

Faz-se mister então traçar uma nova linha mais inclinada que acompanhe os preços mais de perto e que permita, portanto, avisos de fundos (topos) de correção ou de mudança de tendência de uma forma mais válida e antecipada.

O critério para estas novas linhas é igual aos dos casos anteriores, ou seja, tomar-se os fundos ou topos da tendência. Outro aspecto é que, assim como existem tendências de curto, médio e longo prazo, existem linhas de curto, médio e longo prazo, dependendo a sua utilização de com que tendência se está trabalhando.

Post Relacionados

1 Comentário

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil