Busca:

Bovespa sobe 0,81% enquanto enquanto no exterior as perdas são a realidade


A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), fechou esta sexta-feira com leve alta de 0,81%, com 58,669 pontos. O giro financeiro do dia foi de R$ 5,292 bilhões, em 541.722 operações. O movimento moderado ocorre após um dia complicado de especulações sobre as medidas tomadas pela Grécia, centro da crise financeira da Zona do Euro.

bov1

Nos Estados Unidos, Os principais índices movidos em Wall Street terminaram o dia em queda após quatro semanas de alta. A instabilidade política que se renova na Europa foi um dos principais fatores da mudança de direção, com os investidores esperando pela resposta ao voto de confiança na Grécia.

A referência da Bolsa de Nova York e indicador industrial Dow Jones voltou 0,51%, enquanto o termômetro tecnológico Nasdaq caiu 0,44% e o Standard & Poor's 500 perdeu 0,63%. No acumulado da semana, Dow Jones recuou 2%, Nasdaq ficou com menos 1,9% e o S&P desvalorizou 2,5%.

O dólar terminou a sexta-feira quase estável, com baixa leve de 0,11%, cotado a R$ 1,7390 após uma sequencia de três dias de alta. Na semana, a moeda manteve valorização, ganhando 3,51%. A tendencia ocorreu após forte elevação durante o dia, impulsionada pela segurança aplicada à moeda diante de incertezas na economia mundial. O dólar apenas passou a desacelerar quando os agentes financeiros zeraram suas comprar no início do dia e exportadores se dispuseram a compara a moeda pela tarde, uma movimentação de segurança dos investidores ante a crise que parece cada vez mais distante de uma solução.

Na Europa, as principais bolsas fecharam o dia em queda. Os bancos italianos tiveram destaque depois que o rendimento do bônus do país atingiu elevações recordes diante da recusa à ajuda financeira do Fundo Monetário Internacional (FMI). Agora, o país foi posto sob supervisão.

Londres perdeu 0,33%, Frankfurt voltou 2,72%, Paris caiu 2,25%, Milão desvalorizou 2,66%, Madri recuou 1,33% e Lisboa marcou menos 0,98%.

Post Relacionados

3 Comentários

RSS de comentários.

Comentários encerrados

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil