Busca:

Bovespa sobe 0,32% por causa da Blue Chips


A situação no exterior segue delicada e os indicadores divulgados na Europa e EUA não vieram bons. Mesmo assim, as bolsas exibiram ganhos no pregão de ontem e a Bovespa acompanhou. As blue chips e telefonia ajudaram o índice a subir, enquanto o setor financeiro registrou perdas na maioria dos papéis.

Bolsa-Madrid-Madrilgo-Burtsa-2008012419430709hg2

O Ibovespa terminou o dia em alta de 0,32%, aos 67.795,51 pontos, maior nível desde os 68.012,10 pontos de 4 de março. Na mínima, registrou 67.317 pontos (-0,39%) e, na máxima, 67.918 pontos (+0,50%). No mês, a Bovespa acumula ganho de 0,61%, e, no ano, perda de 2,18%.

O giro financeiro totalizou R$ 6,384 bilhões. Os especialistas avaliam que, embora a situação externa continue problemática, ontem os assuntos não avançaram. A única novidade do dia ficou por conta de Portugal. O Parlamento apreciou as medidas de austeridade propostas pelo primeiro-ministro José Sócrates e elas foram vetadas. O premiê, assim, pode renunciar.

O Dow Jones subiu 0,56%, aos 12.086,02 pontos, o S&P avançou 0,29%, aos 1.297,54 pontos, e o Nasdaq, 0,54%, aos 2.698,30 pontos. No Brasil, as blue chips acompanharam a alta das commodities e subiram, ainda influenciadas por notícias pontuais. Na Nymex, o contrato do petróleo para maio teve aceleração de 0,74%, aos US$ 105,75.

O setor de telefonia deu sua contribuição positiva ao Ibovespa: TIM ON liderou as altas do índice com +5,33%, seguida por TIM PN (+3,82%), Telemar ON, +2,23% e Vivo PN, +2,87%.

Após oscilar com sinal positivo mais cedo, o dólar no mercado à vista passou a cair ontem à tarde, enquanto no exterior a moeda sustentou-se em alta ante o euro e ficou praticamente estável em relação ao iene e o franco suíço. A mínima do dólar no balcão, de R$ 1,6580 (-0,18%), foi registrada após o leilão de compra à vista feito pelo Banco Central no meio da tarde de.

Pela quarta sessão seguida, o dólar à vista fechou em baixa, de 0,06% ontem, para R$ 1,660 no balcão. A máxima intraday, pela manhã de ontem, foi de R$ 1,6640 (+0,18%). Nesse período, a moeda acumula desvalorização de 1,19%; em março tem baixa de 0,30%; e, no ano, contabiliza perda de 0,24%.

Post Relacionados

1 Comentário

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil