Busca:

Bovespa novamente no negativo após declarações de Draghi


A bolsa paulista operava sem tendência definida na manhã desta segunda-feira, influenciada pela ausência de novas notícias sobre a crise da dívida na zona do euro e pelo vencimento de opções sobre ações internas.

BOVESPA20

Às 12h24, o Ibovespa subia 0,06 por cento, a 56.128 pontos. O giro financeiro era de 733 milhões de reais.

Nos mercados externos também há indefinição. O índice europeu FTSEurofirst, por exemplo, ganhava 0,61 por cento.

“As bolsas lá de fora também estão apáticas. Não tem grandes notícias e a agenda econômica está vazia”, afirmou o estrategista-chefe da SLW Corretora, Pedro Galdi.

Ele lembrou que, internamente, o vencimento de opções sobre ações traz mais volatilidade, principalmente nas ações de maior peso no Ibovespa. “Isso pesa nos papéis da Vale e Petrobras. (A bolsa) vai ficar volátil e pode ser que tome um rumo pela tarde”, disse. As negociações referentes ao vencimento de opções sobre ações terminam no início da tarde.

A preferencial da Vale registrava leve queda de 0,11 por cento, a 37,42 reais, enquanto a da Petrobras subia 1,17 por cento, a 21,55 reais. As maiores altas do índice eram registradas pela JBS , com ganhos de 2,07 por cento, a 5,92 reais, seguida por LLX, com valorização de 2,74 por cento, a 3,37 reais.

Na outra ponta, Vanguarda (antiga Brasil Ecodiesel) tinha a maior queda, de 2,5 por cento, a 0,39 real. Na noite de sexta-feira, a empresa informou que os fundos de investimento Vila Rica I e Tiradentes, administrados pela Planner Corretora, venderam 124.943.528 ações ordinárias da empresa e passaram a deter em conjunto 369.438.635 ações, ou 15,9 por cento do capital social da companhia.

Post Relacionados

2 Comentários

RSS de comentários.

Comentários encerrados

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil