Busca:

Bovespa fecha estável por Wall Street e o real se aprecia


A Bolsa do Brasil fechou o pregão com ligeiras mudanças esta terça-feira após perder o otimismo da abertura pela volatilidade de Wall Street, que se viu afetada pelo desempenho do setor financeiro, entanto que a moeda local, o real se valorizou.

O índice referencial da Bolsa de Valores de São Paulo, o Bovespa, subiu um marginal de 0,03% até 69.959,58 pontos, após de ganhar um 1,68% na segunda-feira.

O dia começou com expectativas positivas, mas mudou durante o dia, refletindo o comportamento do mercado lá fora.

 

Durante boa parte do dia o Bovespa foi empolgado pela noticia de que a gigante mineira brasileira Vale e a empresa anglo australiana BHP Billiton adotaram um sistema trimestral de reajustes de preços, garantindo um aumento perto do 90% no preço do mineral de ferro a partir de abril.

O mal desempenho do setor financeiro nos Estados Unidos impediu que os índices decolaram, após que o governo reforçou o discurso em pro de uma reforma do setor financeiro.

Na praça local, as ações da Vale ganharam um 0,18% cotando em 49,55 reais, entanto que as da petroleira estatal Petrobrás perderam um 0,29% chegando nos 34,80 reais.

Entre os papeis que mais subiram, se destacam os da siderúrgica Gerdau, que pularam um 1,16%, e os do Banco Itaú Unibanco, que ganharam um 1,02%.

Na outra ponta, os papeis das imobiliárias e construtoras foram alguns dos que mais perderam liderados pelos da construtora Rossi Residencial, que despencaram 3,05%.

A empresa reportou ganhos de 77 milhões de reais (42,9 milhões de dólares) correspondentes ao quarto trimestre de 2009, mais de quatro vezes mais do registrado um ano atrás.

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil