Busca:

BOVESPA: Cai por baixa de Portugal, retrocede 0.68%


Em tanto os resultados do dia das 63 companhias que formam parte do índice Bovespa, 11 subiram, 51 caíram e 1 permaneceu sem mudança.

A bolsa de Brasil, o Bovespa, principal referente da bolsa de São Paulo, finalizou o pregão de hoje com movimentos de baixa na linha com Wall Street e refletindo o nervosismo internacional dos mercados, logo após a agencia Fitch anunciou a baixa da qualificação da divida de longo prazo de Portugal.

O Bovespa se colocou em 69,913.40 pontos, registrando um retrocesso de 0,68%, isto logo após que a agencia Fitch Ratings decidiram rebaixar a qualificação da dívida de longo prazo de Portugal para “AA-“ desde o anterior “AA”, o que poderia perder a consideração “superior” isto poderia acontecer no médio prazo, porque a agencia mantém uma perspectiva negativa sobre a evolução do “rating” de Portugal.

Pela sua parte o dólar subiu com força esta quarta-feira entanto que o euro apresentava uma queda que o deixou no seu mínimo em 10 meses após ser publicada a qualificação da dívida de Portugal e se aprofundar as duvidas sobre a economia na zona do euro.

Nos Estados Unidos, os informes econômicos sobre os pedidos de bens duráveis e vendas de casas novas foram misturados, mesmo que os analistas indicaram que a debilidade dos dados, neste caso os do setor imobiliário, não vai evitar que os investidores comprem mais dólares.

Pelo anterior, em quanto aos resultados da jornada, das 63 companhias que formam parte do índice Bovespa, 11 subiram, 51 caíram, e 1 permaneceu sem mudança.

As ações da petroleira estatal Petrobras aumentaram 1,00% com relação ao pregão anterior cotando em 40,30 reais por papel, entanto que as da gigante Vale, diminuíram 0,18%se colocando nos 55,70 reais por título, pela sua parte os títulos do Itaú-Unibanco recuaram 2,12% em 36,50 reais por papel, em tanto que as ações do Banco do Brasil se mantiveram sem mudanças em 29,50 reais por papel.

No cambiário o real brasileiro se depreciou perante o dólar, na linha dos mercados externos, se colocando nos 1,8005 reais perante o dólar, com relação ao fim do rpegao de segunda-feira em 1,7805 por dólar.

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil