Busca:

Bovespa acompanha o exterior e sobe 2,31%


Sem Petrobras e Vale para atrapalhar, a Bovespa exibiu forte alta hoje, na esteira do otimismo externo com uma solução iminente para a crise da zona do euro. A aprovação de mais uma tranche da ajuda à Grécia, a agenda vazia e os balanços positivos nos Estados Unidos contribuíram para reforçar esse noticiário positivo.

bovespa

O Ibovespa terminou o dia em alta de 2,31%, aos 55.255,23 pontos. Na mínima, registrou 54.014 pontos (+0,01%) e, na máxima, 55.504 pontos (+2,77%). Na semana, acumulou alta de 0,41%. No mês, sobe 5,60% e, no ano, cai 20,27%.

A notícia de que França e Alemanha estão concentrando esforços para um pacote de impacto que seja capaz de solucionar a crise europeia, conforme comunicado divulgado ontem, continuou fazendo preço nesta sessão.

Também ajudou a manter o otimismo dos negócios a decisão dos ministros de Finanças de aprovar a liberação da parcela de 8 bilhões de euros para a Grécia. Os recursos devem chegar ao país no início de novembro.

Outra notícia favorável veio dos EUA, mais precisamente de sua safra de balanços. O McDonald”s teve lucro de US$ 1,45 por ação no terceiro trimestre, levemente acima das expectativas do mercado de lucro de US$ 1,43 por ação.

O Dow Jones fechou o pregão em alta de 2,31%, aos 11.808,79 pontos, o S&P subiu 1,88%, aos 1.238,25 pontos, e o Nasdaq ganhou 1,49%, aos 2.637,46 pontos. Na semana, acumularam, respectivamente, ganhos de 1,41%, de 1,12% e perda de 1,14%. Na Europa, as bolsas também fecharam em alta. Na Nymex, o contrato do petróleo para novembro subiu 1,54%, a US$ 87,40 o barril. Aqui, Petrobras e Vale hoje subiram e ajudaram a sustentar os fortes ganhos do Ibovespa. Petrobras ON, +2,64%, PN, +2,39%, Vale ON, +2,27%, PNA, +1,77%.

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil