Busca:

Bolsa de São Paulo fecha em alta de 0.59% e o dólar cai


A Bolsa de Valores do Estado de São Paulo (Bovespa) fechou seu pregão de hoje em alta de 0,59%, com o índice Bovespa cotando em 70.371 pontos, entanto que o dólar perdeu 0,77% do seu valor no dia.

Com um volume de negócios de 3.636 milhões de dólares, bastante superior ao da véspera, a Bovespa finalmente conseguiu superar os 70.000 pontos, coisa que não acontecia desde o 13 de janeiro deste ano.

Entre as cinco mais vendidas, as ações preferenciais da Petrobras se valorizaram 1,69%, entanto que as da gigante mineira Vale, se mantiveram estáveis.

Os papeis do banco Itaú-Unibanco subiram 1,16%, os da própria Bolsa 1,43% e os da siderúrgica Gerdau 0,17%.

 

No mês de março, as ações negociadas na Bovespa tiveeram uma valorização acumulada de 5,82%, no primeiro trimestre do ano, seu valor subiu 2,60%.

O mercado interbancário de cambio fechou com o dólar cotando em 1,779 reais para a compra e 1,781 reais para a venda, o que representou uma desvalorização de 0,77% com relação ao fim de jornada da véspera.

O valor dos negócios com cambio continua oscilando e hoje voltou a subir passando dos 2.500 milhões de dólares na terça-feira aos 3.000 milhões de hoje; ainda assim, trata-se de um valor baixo para um dia de formação da “ptax”.

O Banco Central brasileiro manteve suas habituais compras diárias, nas quais pagou 1,7800 reais por dólar, mas ao parecer diminuiu o volume das aquisições.

Para os analistas, os investidores “podres” (favoráveis a baixa do dólar) venceram a diferencia sobre a “ptax”, taxa de cambio válida para os contratos futuros com vencimento em abril.

Mas não se descarta que em próximos dias se veja uma nova alta na cotação da moeda estadounidense, que deve continuar a rondar o 1,750 y 1,850 real por dólar compra e venda respectivamente.

Post Relacionados

1 Comentário

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil