Busca:

Análise Técnica de Ações – Volume de Negócios Parte 2


LEIA A PARTE I

Como será visto em posteriormente, existem uma série de formações que ajudam o analista no estudo do comportamento dos mercados. O surgimento de formações do tipo ombro-cabeça-ombro, triângulo, topos duplos ou triplos, etc, antecedem normalmente mudanças significativas no comportamento dos preços.

Bolsa-Madrid-Madrilgo-Burtsa-2008012419430709hg2

Entretanto, uma análise mais correta e significativa de tais formações só será possível desde que acompanhada da respectiva análise do comportamento do volume.

Como exemplo, podemos ver a formação triangular e o respectivo comportamento do volume no quadro abaixo. Frizamos entretanto que tais comportamentos serão detalhadamente analisados, quando do estudo em separado das formações.

Exemplo – Considerações sobre o volume no breakout de um triângulo.

image

Algumas vezes a utilização das barras verticais nem sempre é suficientemente precisa para detectar alterações no volume. Para melhorar a visualização do comportamento do volume, costumam-se utilizar diagramações diferentes, que entretanto, não alteram os princípios cima descritos.

O mais comum é o “Om Balance Volume” (OBV). O OBV produz uma linha ou curva que pode ser usada tanto para confirmar tendências como para antecipar reversões, através da visualização de divergências entre o OBV e o gráfico de barras.

Exemplo – O.B.V. comparado ao gráfico de barras.

image

Post Relacionados

1 Comentário

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil