Busca:

Análise Técnica de Ações – Volume de Negócios Parte 1


Como já vem sendo dito a análise técnica é um estudo do comportamento passado dos preços com a finalidade de determinar possíveis tendências futuras. Nesse estudo os principais elementos são as variações nos preços e as variações no volume de. Neste ponto, nos deteremos a uma análise em separado do volume de negócios.

bov6

Volume é o total de contratos negociados de uma determinada mercadoria, em um determinado período de tempo. O volume diário é o mais comumente utilizado.

No quadro abaixo, podemos ver como o volume vêm apresentado graficamente.

Normalmente, este diagrama se apresenta abaixo do gráfico de barra.

Exemplo: – Gráfico de barras e volume

image

COMO INTERPRETAR O VOLUME

Depois do comportamento dos preços, o nível do volume pode ser encarado como o mais importante demonstrativo de comportamento de determinada mercadoria ou ação; uma vez que ele representa a pressão vendedora e a força compradora. A análise do volume permite que se confirme determinada tendência ou então que se sinalize seu enfraquecimento. No diagrama abaixo, procuraremos demonstrar o volume em 3 situações básicas de uma tendência. A sua confirmação, o seu enfraquecimento e a sua inversão ou quebra.

Exemplo – Interpretação do volume

image

Nos pontos –1- e –3- o elevado volume vem a confirmar a alta nos preços, enquanto a correção técnicas no ponto –2- vêm acompanhado de volume relativamente baixo. Assim, o volume tende a aumentar com os preços se movendo na direção da tendência e diminuir no caso contrário. Entretanto no ponto –3- o volume está mais abaixo do que no momento inicial da alta ponto –1- .

Na correção técnica no ponto –4- o volume não cai demonstrando que a tendência pode reverter. No ponto –5- o volume cai com a alta dos preços demonstrando que a alta não é consistente. No ponto –6- o volume fraco demonstra que a tendência da baixa está perdendo força.

No ponto -7- o alto volume confirma a quebra da linha de tendência de baixa e indica o princípio da tendência de alta. Após a quebra o mercado acumula em correção no ponto –8- com volume baixo. No ponto –9- o volume retorna e confirma o retorno a tendência altista.

LEIA A PARTE II

Post Relacionados

6 Comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil